Delegação Aduaneira do Aeroporto Humberto Delgado​

A Delegação Aduaneira do Aeroporto Humberto Delgado no âmbito do controlo de passageiros e bagagens procedeu a 3 (três) apreensões de cigarros, num total de 490 maços, a indivíduos que se faziam passar por viajantes no espaço da EU e que se dirigiram à recolha de bagagens sem terem chegado a viajar.

O modus operandi utilizado pelos “passageiros” consistiu na simulação de irem viajar num fluxo de saída, para poderem dirigir-se à zona dos tapetes para malas à chegada.

Parece, pois, que nas três apreensões existem indícios de que esta conduta se enquadra num modelo de atuação previamente delineado, com atribuição de tarefas diferenciadas aos diferentes agentes envolvidos, num esquema organizado destinado a contrabandear tabaco da Guiné-Bissau para Portugal.

Estas ações operacionais foram executadas com base em métodos e técnicas de análise de risco desenvolvidas e implementadas pela AT, na luta contra a fraude, a evasão aduaneira e fiscal e os tráficos ilícitos.

A investigação continua.​

Autoridade Tributária e Aduaneira, 20 de dezembro de 2023​

– –
Fonte:
https://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/destaques/Paginas/AT_NEWS_43_23.aspx

Consultar a fonte