A Ministra da Defesa Nacional, Helena Carreiras, afirmou que «os atos de indisciplina são intoleráveis nas Forças Armadas, põem em causa a coesão, põem em causa a segurança de todos e, portanto, o próprio País, a nossa segurança coletiva.

Helena Carreiras fez esta declaração no final da reunião de Ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, em Bruxelas, referindo-se ao caso dos 13 militares que se amotinaram no navio Mondego, recusando-se a cumprir ordens dos seus superiores.

A Ministra acrescentou que se trata de «um caso que está a ser investigado, há processos disciplinares, o Ministério Público está a investigar, vamos deixar que isso aconteça».

Contudo, afirmou-se «absolutamente confiante de que as Forças Armadas portuguesas têm a capacidade e as condições para desempenhar, como têm feito, as suas missões, com grande eficácia».

«Desse ponto de vista, o que nos preocupa é algum défice que temos, de facto, na manutenção e na operacionalidade, e é isso que temos vindo a fazer. A minha competência aqui, a do Governo, é tratar de políticas e medidas para lidar com esses desafios que temos, por razões que conhecemos todos de várias décadas sem guerra em que, de facto, esta questão não colocava com tanta acutilância», concluiu.

– –
Fonte:
https://www.portugal.gov.pt/pt/gc23/comunicacao/noticia?i=atos-de-indisciplina-sao-intoleraveis-nas-forcas-armadas

Consultar a fonte