Portugal foi o país da União Europeia em que a taxa de abandono escolar precoce mais reduziu entre 2015 e 2022, de acordo com os dados divulgados hoje pelo Eurostat.

Há sete anos, a percentagem de alunos que abandonavam a escola precocemente era de 13,7%. Os dados de 2022 mostram que essa taxa caiu, entretanto, para 6%.

Portugal encontra-se agora no top 10 de países com menor taxa de jovens, entre os 18 e os 24 anos, que chegam ao mercado de trabalho sem o ensino secundário completo e que não frequentam qualquer programa de formação. A percentagem de 6% coloca o país no oitavo lugar entre os 27 estados-membros e constitui um avanço em relação ao objetivo da União Europeia para 2030 (9%). 

Os países com piores taxas, de acordo com as estatísticas publicadas hoje, são a Roménia (16%), Espanha (14%), Hungria, Alemanha e Itália (12%). A Croácia é atualmente o país da UE com menor taxa de abandono escolar, registando apenas 2%.

– –
Fonte:
https://www.portugal.gov.pt/pt/gc23/comunicacao/noticia?i=portugal-foi-o-pais-que-mais-reduziu-o-abandono-escolar-precoce-desde-2015

Consultar a fonte