De acordo com Francisco Sá, Presidente do IAPMEI, «esta é uma ferramenta poderosa para que as empresas se posicionem em termos de maturidade digital e possam, mediante a análise dos resultados obtidos no seu diagnóstico, desenhar um plano de transformação estruturado para o futuro e enfrentar com confiança a economia 4.0».

Este projeto dirige-se a PME dos setores de moldes e plásticos; pedra; cerâmica e vidro; têxteis e calçado; automóvel, aeronáutica e metalomecânica, IT e IoT; turismo e agroalimentar, e incorpora um conjunto de ações como diagnóstico de maturidade digital, ações de informação, sensibilização e capacitação, entre outras.


 


O SHIFT2Future surge na sequência do lançamento da ferramenta de autodiagnóstico SHIFT to 4.0, que permite às empresas de qualquer setor avaliar o seu estado de maturidade digital, independentemente da sua dimensão ou localização.


 


O diagnóstico pode ser realizado de forma autónoma pela empresa ou assistido por um dos parceiros do projeto SHIFT2Future. Após submissão, as empresas obtêm um relatório de posicionamento de maturidade digital e linhas orientadoras para melhorar o caminho a seguir rumo à Indústria 4.0.


 


O resultado da avaliação do diagnóstico incide em seis dimensões da Indústria 4.0, e permite à empresa alicerçar planos de ação/roadmaps de investimento para uma estratégia de implementação, estruturada, integrada e coerente com os objetivos desejados.


 


Esta ferramenta já foi usada por mais de 300 empresas, esperando-se um crescimento significativo nos próximos dois anos, e todas obtêm um relatório com linhas orientadoras para melhorar o caminho a seguir rumo à Indústria 4.0.


 


O novo programa SHIFT2Future é desenvolvido numa parceria entre o IAPMEI, o ISQ, o CTCV, a TecMinho e a Universidade de Aveiro.

Mais informação aqui.

+ Associado

Subscreva a nossa newsletter, para estar sempre informado das novidades empresariais que necessita.

Clica aqui!

Leave A Comment