As próximas horas serão marcadas por um acentuado agravamento do estado do tempo. Saiba como se proteger


Depois da tempestade Babet, a depressão Aline vai agravar de forma acentuada o estado do tempo. Trará chuva por vezes forte em todo o país, rajadas de vento que poderão superar os 100 km/h nas regiões Centro e Sul, e agitação marítima, com ondas que poderão atingir entre 5 a 7 metros. A informação é dada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que aconselha o teletrabalho e o adiamento de viagens não essenciais. 

Devido a esta situação, foram emitidos avisos laranja (o segundo alerta mais grave) de vento, precipitação e de agitação marítima, que irão ser atualizados ao longo dos próximos dias. 

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados: 

  1. Evite circular e/ou permanecer em locais junto da costa e em zonas ribeirinhas. Também não é aconselhado estacionar junto a estas áreas;
  2. Cuidado com áreas arborizadas: há a possibilidade de queda de ramos e árvores, devido ao vento forte que se fará sentir;
  3. Adote uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial atenção à possível formação de lençóis de água nas vias;
  4. Não atravesse zonas inundadas, para evitar a possibilidade de arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  5. Não pratique atividades relacionadas com o mar, como pesca desportiva, desportos náuticos ou passeios à beira-mar;
  6. Esteja atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança. 

– –
Fonte:
https://www.portugal.gov.pt/pt/gc23/comunicacao/noticia?i=tempestade-aline-traz-chuva-forte-e-persistente-vento-forte-e-agitacao-maritima

Consultar a fonte